O melhor de mim

Muitos de vocês cresceram viajando para o sítio ou casa de praia da família? E a casa dos avós?

Nossa família tem uma sorte grande, meus avós são de Canaan e Mundaú, sempre viajávamos para estas vilas nas férias, feriados e finais de semana.

Uma sorte maior ainda é que tenho uma super tia, que além de ter casa na praia de Mundaú, sempre levava os sobrinhos, era uma festa, minha tia super amada Valdenia, que esse ano foi nos ajudar e passear conosco em SP, relembre aqui e aqui.

Mundaú é uma vila de praia linda, perfeita, com por do sol extraordinário, não é muito visada pelo turismo, o enfoque maior é para a praia vizinha de Fleixeiras, porém, para mim, é a melhor praia do mundo. Não são todas as vezes que viemos ao Ceará que conseguimos ir ao Mundaú, aproveitei a viagem mais longa dessa vez para darmos um pulinho lá. E o mar retribuiu, estando divinamente lindo:



Uma característica ruim do Mundaú é que dependendo da Maré fica muitas algas pela praia, porém no mar não tem tantas e o banho é perfeito, pois a água não é gelada e com a Maré baixa a praia fica sem ondas.


Foi muito bom pode vir ao Mundaú depois dos dias que fiquei hospitalizada, dei uma revigorada maior e o melhor, contar com a ajuda da família com as crianças, escutei da minha tia assim: - Vá se divertir, vê o por do sol, olhamos as crianças! 

Que estavam dormindo, esse tipo de ajuda não tenho em SP e faz falta demais, alguns poderia dizer que ter uma babá resolveria, mas tudo em SP é caro e eu gosto mais de escola integral do que babá, porém, com o segundo filho é algo que tenho analisado, se vamos precisar de alguém em casa. Ainda não sei a resposta para isso. Mais do que uma babá, eu tenho pensado tanto em voltar para o meu Ceará. A saudade dói e aqui também tem oportunidades boas na nossa área de trabalho, Tecnologia.

Enquanto tudo ainda são pensamentos, vamos curtindo os dias com a família e aproveitando esses momentos raros:


Descida rapinho na praia, no horário do por do sol, olha a expressão fofa da nossa boneca


No primeiro dia na praia o Ravel se esbaldou, tomou banho, brincou com as algas, mas no segundo e terceiro dia ele ficou mais receoso.


Tia Maria e Marisa brincando com o Ravel



Tio João, como podem ver, não falta aqui quem brinque e nos ajude com as crianças


Agora a piscina, não estando gelada, sempre faz sucesso



Com corpo ainda da maternidade recente, estou ansiosa para poder voltar a me exercitar, foi nessa ponte que também fotografamos nosso ensaio pós casamento.


Pulos tradicionais da ponte sobre o rio Mundaú


Primos!


Vovó.

Uma das paisagens que mais gosto no Mundaú é o por do sol, tanto vista do mirante como das dunas, é uma imagem fantástica, é obviamente, meu por do sol predileto:







É ou não um lugar perfeito? E ajuda da família então? Também perfeito, pois caso não houvesse esse suporte eu estaria em casa vendo os dias acabarem e começarem sem poder sair de casa. Mas, apesar da perfeição, falta o Rafa aqui e dessa forma, está em casa vendo o virar dos dias também é atrativo, apesar da beleza e divertimento, estamos contando os dias para estarmos juntos em casa. Me sinto no poema: Ou isto ou aquilo da Cecília Meireles:

É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.

e vivo escolhendo o dia inteiro!
Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo . . .

Nenhum comentário: