O Rio de Janeiro continua lindo?

Vou te contar de tras pra frente, ontem acordamos umas 13:40, minha tia fez um almoço tao gostoso, tinha as netas dela la, umas fofuras, essa minha tia é tia avó, costumava ve-la so quando ela ou o marido iam a Fortaleza. Ela tem tres filhos que vi poucas vezes na vida, mas foram super receptivos, ficamos com muita vontade de voltar pro Rio e ve-los mais vezes. Ontem umas 17:00 saímos com o Leandro, fomos na Lapa, creio que seja baladinha de solteiro, ontem a maioria dos bares estavam fechados, na região da Lapa tem o teatro e a catedral do rio que são lindos, incriveis mesmo! Mas a Lapa em si é meio underground, lembra o Dragão do Mar e a praia de Iracema, fomos num bar la que a porção de batata frita era R$40, ai o Leandro e a noiva dele nos chamaram para ir comer em Copacabana, lá parece a beira mar, eu sempre achei parecido, mas minha mae dizia que nao era, tirando as montanhas, a orla Copacabana - Ipanema é muito parecido com a beira mar, so que la tem muitos quiosques, os predios de Copacabana e ipanema sao antigos, aí em Fortaleza eles meio que tao derrubando os predios e construindo novos ne? Entao a orla daí tem predios mais legais. Em copacabana o Leandro nos chamou pra ser padrinhos do casamento deles proximo ano, foi emocionante! 







No sábado acordamos cedo, mas ficamos em casa, minha tia fez um prato de bacalhau, e depois do almoço um primo de 35 anos nos levou pra uma rota turistica de carro antes de nos deixar no Rock in Rio, ai fomos por Copacabana, Ipanema, Leme, paramos num local lindo, que dava pra ver toda a Orla, como se fosse ali no mucuripe, só que numa altura maior, a agua de coco foi R$4,00. No Rio tem uns tuneis enooooooormes, maiores e mais escuro do que os de São Paulo, também passamos num Hotel que fica bem alto, entre as serras e o mar, bem legal. E pra encerrar a rota fomos na praia do Pepino, que é onde as pessoas saltam de asa delta e parapente, foi a praia mais bonita que achei entre as praias que visitamos.

Aí passamos em frente a rocinha, Raquel tu nao tem noção é enooooooorme, sao umas 3 serras só de favela, dá pra saber que é a rocinha assim que vemos! E em seguida fomos pela Barra da Tijuca, o Rock in Rio era depois da Barra, se eu fosse morar no Rio ia querer morar na Barra, nem que fosse num quarto sala, porque lá é um bairro plano, nao tem morros e favelas ao redor, os predios sao mais modernos. Mas fica longe de tudo, é como se fosse a área do Iguatemi em Fortaleza e parece que o transito ferve durante a semana.

Por fim no sabado fomos para o rock in rio, sem exagero da minha parte, é um ceara music aumentado, com shows internacionais na noite, pega o ceara music e multplica por 5. Mas é o mesmo esquema, tem quiosques de bebida e comida, brinquedos de parque de diversao, grama pra sentar quando estiver cansado. Tem muiiiiiiiiiita gente, mas muiiiiiiiiiiito espaço, dava pra ter ficado bem na frente, ficamos dois shows no meio da multidao, onde dava pra ver o show bem de perto, os dois shows foi o do Frejat, lindo, foi o nosso preferido e o do Skank, que foi meio parado, o Samuel Rosa tinha que pedir pra galera se animar, era como se todo mundo estivesse esperando o Coldplay, e o show do Skank e Frejat nao tinha nenhuma produção, mas foram bons! Eu fui num show do Skank no parque do Cocó, naquele festival "Férias no Ceará" que foi muito mais animado.










Ai fomos comer, e conversamos com o Zeca Baleiro, que é um fofo, ele tava na fila do Milkshake com o filho dele, assim que o vi fiquei na duvida se era ele, ele tava com um cracha virado pra tras, ai fui virando bem devagarzinho pra ver se era ele, ai nessa hora umas 5 pessoas que estava do nosso lado começou a conversar com ele: 

- Tu é o Zeca Baleiro?
- Sou, sou o Zeca Baleiro.
Demoraram pra antender a ele tanto quanto a gente, uma menina até brincou assim:
- Se nao atendem o Zeca Baleiro vao me atender?
Ai ele respondeu assim:
- Joga seu charme! kkkkkkk





Depois voltamos pra assistir o show do Maroon 5, que foi massa, eu só conhecia umas 5 musicas, mas o cantor se matava pra levantar a galera e se garantiu, se Deus quiser vai ter sow deles aqui em São Paulo um dia e nós vamos novamente!
No show do Coldplay eu ja tinha dormido no colo do Rafa, olha eu ja tinha sentido cheiro de maconha, mas nao como no Rock in Rio e na propria cidade, nao sei se no show do Coldplay eu tava com sono ou grog de maconha, fumante passiva total, o show totalmente bem produzido, com fogos, muita luz, pirotecnico total, fiquei na duvida se a producão era da banda ou do evento, porque o que nao tinha de produção nos outros shows tinha no do Coldplay. A gente ficou mais atras nesse show, mas o publico tava todo esperando essa apresentacão, era o mesmo que está la na frente, mas musicas famosas, eles tocaram as mais famosas, todo mundo cantava, batia palmas, isso em ingles! O menos legal do show deles é que eles tocavam 3 musicas novas, pra uma musica de sucesso, ai meio que quebrava o clima, nas musicas novas eu abraçava o Rafa e dormia com a cabeça no peito dele.

O evento super tranquilo, nao tinha empurra - empurra, nao tinha briga, nem muitos menos policial ou seguranças, a galera tava com todo tipo de máquina fotografica, de profissional a celular, tranquilo, o problema era a quantidade de pessoas, mas tinha muito espaça, o que faltou foi mais quiosques de comida, fiquei com compaixão dos funcionários do Bob's, eles tinham uma cara de assustados!

Chegamos no Rio as 16:00 da sexta-feira, e foi muito traumatico, muito mesmo, a Rodoviaria perde é feio pra de Fortaleza, na saída da Rodviária dá pra ver o Cristo Redentor, mais uns 3 morros de favelas, a entrada da cidade só tem muro pixado, nao é pixação como de Fortaleza, é muita pixação e construção velha com reboco aparecendo! Quando fomos pegar a camera debaixo do banco, ela nao estava mais lá, o Rafa foi em todos os quichês da Cometa-Expresso Sul, eles se mostravam interessados em achar a camera, porém interessados em achar pra ficar com eles, um bando de malandros, que me deculpe eles, mas os funcionários da rodoviária parecem um bando de malandros:

- Ah mano já era!



Eu fiquei nervosa, porque o Rafa achava que ia encontrar a camera, falava com o pessoal como se fosse possível achar, até que dentro do Onibus explodi, comecei a chorar e falei:

-  Pronto Rafa, levaram, sumiu, a gente nao vai achar porra nenhuma, estamos no Rio de Janeiro!

Os preços do taxi variava de 20 a 40 reiais, ficamos na fila pra pegar o da cooperativa da rodoviaria, ficamos duas horas na fila, chegamos na casa da tia Noeme 19:00. Foi um banho de água fria sem tamanho, de dá aquela vontade de nunca mais voltar na cidade. Meus parantes moram num apartamento legal,   com condomínio com piscina, estação do metrô perto, porém com uns três morros favelas a vista, e assim é quase toda a cidade. Em todo lugar tem cheiro de maconha, na Lapa, em Copacabana, no meio das Ruas, no Rock in Rio então nem se fala.

A melhor parte do Rio foi encontrar esses parentes e ao Leandro, isso valew muito a pena, mais do que o evento em si, foi super acolhedor, acho que quem mora no Rio gosta de acolher, no final do domingo que falei pro Rafa, a gente vai voltar aqui, não pela cidade, mas por essa parte da família que mora aqui, pelo Leandro. E depois o Leandro nos convidou pra sermos padrinhos do casamento, então é certeza voltarmos lá.

Recomendo se a pessoa poder, nunca vá de onibus para o Rio, parece que a recepção pelo Aeroporto é bem melhor.

5 comentários:

ciciliaartista disse...

Como voces podem perceber, essa foi a resposta que enviei a minha cunhada, Raquel, contando como foi o Rio.

Raquel disse...

Cicilia...como eh q tu deixa uma camera daquela debaixo do banco??? Ainda mais indo pro rio de janeiro...era pra tu ficar abraçada com ela durante toda a viagem...mas enfim...já foi, fiquei arrasada por vc, pois imagino que deve ter doído no seu coração, mas tenho certeza que logo logo vc compra outra e bem melhor do que aquela.

Logo acima tu postou uma foto sua na Rock in Rio...atras de ti tem um cara tirando uma foto ...talvez da sua bunda..hehehehe...olha lá.

Pois eh...beijo

Wes disse...

Eu tb fiquei boquiaberto e triste quando li a noticia da câmera pelo twitter... a bichinha era praticamente um animal de estimação que eu gostava de acariciar quando estava por perto. Mas enfim, é como a Kel disse, a próxima vai ser melhor que a anterior, se Deus quiser.
Quanto ao RJ, eu também fiquei muito triste por comprovar os meus preconceitos, eu realmente queria pensar que não tinha tanta malandragem, que a cidade era realmente maravilhosa, mas fiquei decepcionado (imagine se tivesse acontecido tudo isso comigo, acho que nunca mais iria querer saber de Rio de Janeiro na vida).

PS: acho que o cara tava tirando foto da tua bunda mesmo... kkkkkkkkkkkkkkk

ciciliaartista disse...

A gente foi lesado, eu sempre viajava agarrada na camera. Mas isso não justifica, como disse a Anne Frank, apesar de tudo eu confio na bondade humana, quem furtou fez mal intencionado e sabia do que estava fazendo.
A Daiana noiva do Leandro nunca foi assaltada no Rio, nem o meu primo Gabriel. Eu sou assaltada é em todo canto, só celular já foram 4. Aqui em SP é que graças a Deus nunca aconteceu nada.

Doeu muito, serio mesmo, comprei essa camera ganhando um salario de mil reais, fou sonho e sufoco pra comprar! Mas Deus há de me dá coragem pra trabalhar o dobro e conseguir comprar outra em breve, e dessa vez já vai sair da loja com seguro.

Beijo amigos, obrigada pelo apoio.

Rafael Alves disse...

não, o kra tava tirando foto dele mesmo, soh reparar que o visor de LCD esta virando para nós :) heheheheheh